02/12/2021 às 17h04min - Atualizada em 02/12/2021 às 17h04min

Morte de Homem que invadiu motel, atirou na boca de personal trainer e bateu em ex-mulher ainda é um mistério

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Ao contrário do que foi divulgado com base nas primeiras informação apuradas com a polícia, o corpo do policial rodoviário federal Tony Emerson Moretto, encontrado morto no último domingo (28), não tinha sinais de disparo de arma de fogo.

Homem que tentou matar ex-mulher e personal trainer em motel é encontrado morto


O caso segue sendo investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil. Segundo o delegado Nilson Friedrich, o cadáver também não tinha marcas de violência e como não foram constatadas lesões no corpo, a polícia pediu que seja realizado exame toxicológico para tentar decifrar a causa da morte.

Também não foram encontrados sinais de luta no local - uma área de mata, próximo à rodovia MS-040, na região das Moreninhas - assim como o carro, armas ou o aparelho celular da vítima. O veículo foi localizado depois.

Já foram ouvidas testemunhas, feitos exames periciais e enquanto isso, as investigações continuam para detalhar como ocorreu a morte de Tony, os últimos passos dele, a motivação do suicídio ou homicídio e chegar a uma eventual autoria, na hipótese de assassinato.

O corpo do PRF foi localizado por volta das 16h por um homem que estava colhendo guaviras numa mata da estrada rural Leilão Santa Maria, próximo da Fazenda L2 e o trilho férreo, cerca de 3 km após o Pesqueiro Harmonia. O homem acionou a Polícia Militar.

Naquele domingo, tudo indicava que Tony havia tirado a própria vida, depois de "flagrar" a ex-mulher com outro homem em motel de Campo Grande. Conforme levantamento pericial local, o corpo estava em decomposição, sinal de que o policial rodoviário havia morrido há pelo menos dois dias, ou seja, na sexta-feira anterior ao dia que foi encontrado, mesmo dia que perseguiu a mulher até o motel.

Confusão em motel


Segundo a mulher de 32 anos, ela e o PRF estavam em processo de separação e na tarde de sexta-feira, 26 de novembro, Tony rastreou o carro dela e invadiu motel, armado com dois revólveres. O policial pulou um portão, descobriu em qual quarto ela estava com um personal trainer e então, entrou atirando.

Personal Trainer é baleado na boca em motel na companhia de mulher casada

O homem foi ferido com tiro na boca. Nu, ele conseguiu correr para a Avenida Cônsul Assaf Trad, onde passava viatura da PM, que parou para socorrê-lo. Muito ensanguentado, o personal conseguiu contar poucos detalhes do ocorrido e recebeu os primeiros atendimentos do Corpo de Bombeiros.

Já a mulher apareceu em frente ao motel, com o rosto machucado e alguns arranhões. Ela foi encaminhada para o Proncor e o educador físico para a Santa Casa de Campo Grande. O quadro de saúde do homem é considerado estável, mas ele continua internado. - Fonte: CAMPO GRANDE NEWS

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »