20/01/2022 às 19h43min - Atualizada em 20/01/2022 às 19h43min

Motorista de aplicativo é preso por suspeita de estupro e cárcere privado de adolescentes

Gazeta Rondônia

Uma investigação da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima resultou na prisão de um motorista de aplicativo, suspeito de ter abusado de duas menores de idade, de 13 e 15 anos, na Zona Norte do Rio

A prisão foi feita na avenida Dom Helder Câmara, às 21h30 de quarta-feira (19). Segundo as investigações, o crime ocorreu no dia 13 de dezembro, de madrugada , na rua senador Bernardo Monteiro, em Benfica, na Zona Norte.

Câmeras de segurança da região mostraram o carro branco e o momento em que o motorista aborda as duas menores de 13 e 15 anos que estavam andando na calçada.

Segundo a investigação, o motorista insistiu pra que as jovens entrassem no carro e disse que estava armado. A polícia conseguiu chegar à identidade de Pablo após um mês de investigação.

"Tendo em vista que o último proprietário disse ter alugado o carro para um motorista de aplicativo, chegamos à identidade do Pablo, e as vítimas não tiveram dúvida em reconhecê-lo em sede policial", contou o delegado titular da DCAV, Adriano França.

A tia de uma das meninas foi até a polícia pra denunciar o crime. No depoimento, ela afirmou que Pablo Ferreira prendeu uma das adolescentes no porta malas do carro e outra foi obrigada a fazer sexo oral com ele.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Pablo, "consciente e voluntariamente, privou a liberdade das vitimas mediante cárcere privado, com a finalidade de cometer atos libidinosos."

A tia contou que a jovem presa no porta malas gritava muito e o motorista acabou liberando as duas na cidade universitária, no Fundão, na Ilha do Governador, zona Norte do Rio.

O delegado Adriano França afirmou que Pablo também é suspeito de cometer o mesmo crime com pelo menos outras duas meninas na mesma região. Se condenado, ele pode ser condenado a um período de 8 a 12 anos de prisão.

"Duas meninas de uma determinada comunidade sofreram a prática de abusos sexuais desse motorista de aplicativo, que inclusive oferecia dinheiro a essas vítimas", pontuou o delegado. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp