Gazeta Rondônia Publicidade 728x90
12/02/2022 às 14h45min - Atualizada em 12/02/2022 às 14h45min

Trafigata é presa por violar o uso de tornozeleira dias após atentado

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Uma mulher de 27 anos conhecida como Trafigata foi detida em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, nesta quinta-feira (10), após violar o uso da tornozeleira eletrônica. 

Segundo o MPPR (Ministério Público do Paraná), Camila de Andrade Pires Marodim violou 15 vezes o monitoramento eletrônico, 6 delas ao ultrapassar o perímetro e 9 por deixar o equipamento sem bateria.

Em 31 de janeiro, em prisão domiciliar, ela sofreu um atentado a tiros quando estava voltando do mercado com um amigo, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. Camila não ficou ferida, mas o amigo foi baleado e encaminhado para o hospital.

Segundo investigação da polícia, Camila estaria sendo monitorada por uma mulher conhecida como Bonequinha do Crime, por ordem da mesma organização criminosa que matou o marido da Trafigata durante uma festa em novembro do ano passado.

Ela é acusada pela polícia de chefiar uma organização criminosa de tráfico de drogas composta de mais de 30 pessoas, incluindo um adolescente, que lavou dinheiro ao mascarar o patrimônio de veículos de luxo e propriedades avaliados em cerca de R$ 4 milhões. Fonte: R7

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »