12/02/2022 às 14h45min - Atualizada em 12/02/2022 às 14h45min

Trafigata é presa por violar o uso de tornozeleira dias após atentado

Gazeta Rondônia

Uma mulher de 27 anos conhecida como Trafigata foi detida em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, nesta quinta-feira (10), após violar o uso da tornozeleira eletrônica. 

Segundo o MPPR (Ministério Público do Paraná), Camila de Andrade Pires Marodim violou 15 vezes o monitoramento eletrônico, 6 delas ao ultrapassar o perímetro e 9 por deixar o equipamento sem bateria.

Em 31 de janeiro, em prisão domiciliar, ela sofreu um atentado a tiros quando estava voltando do mercado com um amigo, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. Camila não ficou ferida, mas o amigo foi baleado e encaminhado para o hospital.

Segundo investigação da polícia, Camila estaria sendo monitorada por uma mulher conhecida como Bonequinha do Crime, por ordem da mesma organização criminosa que matou o marido da Trafigata durante uma festa em novembro do ano passado.

Ela é acusada pela polícia de chefiar uma organização criminosa de tráfico de drogas composta de mais de 30 pessoas, incluindo um adolescente, que lavou dinheiro ao mascarar o patrimônio de veículos de luxo e propriedades avaliados em cerca de R$ 4 milhões. Fonte: R7

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp