10/03/2022 às 20h47min - Atualizada em 10/03/2022 às 20h47min

Por que você come suas emoções?

Lorrayne Cella
O ato de comer para fugir de um desconforto emocional é chamado de Comer Emocional. Ele pode ocorrer em resposta a diferentes emoções, mas é comumente associado com a ansiedade, tristeza, raiva, frustração ou tédio. O ciclo do comer emocional se inicia após uma situação-gatilho que desperta emoções difíceis de serem sentidas (exemplo: problema no trabalho ou briga com o marido).

Por parecerem intensas demais, ao invés de conseguir regular essas emoções de outra forma, você acaba recorrendo à comida em busca de conforto, na tentativa de evitar ou escapar da vivência emocional.  Ela te traz um alívio temporário e a curto prazo, já que coloca “panos quentes” no desconforto que você estava sentindo antes. Mas na maioria das vezes, aumenta o desconforto em longo prazo, visto que você pode sentir culpa, arrependimento ou vergonha de ter recorrido a comida.

Os motivos que nos levam a recorrer a comida para lidar com as emoções na maior parte das vezes estão relacionados a ausência de repertório emocional, ou seja, falta de estratégias e habilidades necessárias para monitorar, avaliar, mudar e aceitar vivências emocionais intensas. O Comer Emocional também é um comportamento reforçado culturalmente, afinal, aquela cena da protagonista se acabando em um pote de sorvete após um término se tornou clássica nos filmes de Hollywood.

É importante reforçar que as emoções não são o problema, já que fazem sentido dependendo da situação. O problema é a estratégia utilizada para lidar com elas: comer. Não é errado comer emocionalmente, todos nós recorremos a esse comportamento em alguns momentos, mas o alerta está na frequência com que isso ocorre, visto que o alívio das emoções por meio da comida interfere no desenvolvimento de comportamentos mais saudáveis e adaptativos, que podem ser aprendidos em terapia.

Dicas práticas para não comer as emoções:
  1. Identifique a emoção: Nomear aquilo que você está sentindo é o passo inicial, pois só assim você consegue tomar uma decisão de como lidar com ela.
  2. Avalie a situação: Que situação aconteceu que está te fazendo sentir determinada emoção?
  3. Aceite a emoção: Por mais desconfortável que ela possa ser, emoções são como as ondas. Elas atingem um pico e depois passam, o desconforto não será eterno.
  4. Agir com responsabilidade: Que outras coisas você pode fazer para se sentir melhor ou resolver a situação? Exemplo: tomar um banho para relaxar, conversar com alguém, descansar, fazer uma caminhada.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp