23/03/2022 às 20h36min - Atualizada em 23/03/2022 às 20h36min

Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar criança de 1 ano

Gazeta Rondônia

Uma grávida e o marido dela foram presos nessa terça-feira (22) suspeitos de torturar uma menino de um 1 e 11 meses, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. A suspeita, de 27 anos, é mãe da criança. Ela e o padrasto, 26 anos, foram encaminhados à Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

A 1ª Vara Criminal da Tangará da Serra determinou a prisão do casal pelo crime de tortura após a polícia constatar vários ferimentos na criança. O mandado foi cumprido em uma casa do Bairro Dona Júlia.

Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram depois de uma denúncia feita pelo Conselho Tutelar. Os conselheiros afirmaram que o bebê era agredido constantemente pela mãe e pelo padrasto.

De acordo com o Conselho Tutelar, os vizinhos ouviram os choros da criança e acionaram os conselheiros. A criança foi encontrada com ferimentos no corpo e no rosto.

A polícia informou que a mãe, inicialmente, alegou que o bebê havia caído da cama e machucado. Mas, no depoimento, ela afirmou que o companheiro havia agredido a criança.

Segundo a polícia, o padrasto foi ouvido posteriormente e confessou que tanto ele quanto a companheira batiam na criança.

A delegada responsável pelo caso, Liliane Diogo, disse que existe materialidade dos indícios de autoria, por isso o pedido de prisão à Justiça.

A delegacia informou ainda que o bebê agredido foi entregue pelo Conselho Tutelar ao avô materno, que já cuida de outro filho da suspeita, uma criança de 6 anos. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp