30/03/2022 às 13h12min - Atualizada em 30/03/2022 às 13h12min

Com ação lúdica, Hospital Oncológico infantil empodera pacientes sobre o tratamento contra o câncer

Gazeta Rondônia
Assessoria
Pacientes e acompanhantes atentos no bate-papo. Foto: Comunicação Pró-Saúde.
O Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), colocou em prática nesta semana uma ação-piloto denominada “Pit Stop da Experiência”. A iniciativa, promovida pelo Escritório de Experiência do Paciente (EEP), proporciona aos usuários e seus acompanhantes maior entendimento sobre os serviços e procedimentos realizados na unidade, que é gerenciada pela Pró-Saúde e atua como principal referência no Norte do país em oncologia pediátrica.

Por meio de uma ação lúdica, foi possível conversar com mães e pacientes sobre identificação segura, atendimento, agendamento de consultas, comunicação efetiva, troca de acompanhantes e outros assuntos relacionados à assistência prestada. Foram abordados também pontos relacionados aos direitos e deveres dos usuários, preconizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

No Oncológico Infantil, o Comitê de Experiência do Paciente, implantado em dezembro de 2021, é formado por colaboradores de 11 setores do hospital, que se reúnem mensalmente para propor e dar andamento em diversas ações em prol dos pacientes.

A coordenadora do EEP do Oncológico Infantil, Natacha Cardoso, explica que envolver regularmente os usuários e seus acompanhantes em conversas sobre o processo de funcionamento dos serviços oferecidos pela instituição é um aspecto importante.

“Proporcionamos este contato para que eles se sintam parte e entendam que a experiência do paciente é a soma de todas as interações que eles têm em um estabelecimento de saúde”, destaca Natacha.

De acordo com a profissional, após a realização do pit stop, “será feita a mensuração dos resultados da ação e, se os resultados forem satisfatórios, poderemos ampliar as ações”.

Cristiane Palheta do Espírito Santo, moradora de São Caetano de Odivelas, acompanha sua filha adolescente em tratamento contra uma leucemia e participou da ação. “Gostei da conversa porque vai nos ajudar a usufruir da melhor maneira os serviços do hospital. Gostei também porque interagimos com os profissionais que fizeram a apresentação”, comenta Cristiane.  

O supervisor de Atendimento do hospital, Luís Victor do Nascimento, um dos membros do Comitê de Experiência do Paciente que colaborou com o pit stop, considera o evento uma boa oportunidade para reforçar os laços e a comunicação.

“Esse contato como as mães dos pacientes foi muito importante, os temas abordados serviram como reforço para ambos os lados envolvidos no serviço de saúde”, observa Luís.

Para o diretor Hospitalar do Oncológico Infantil, Fábio Machado, a iniciativa se configura como uma atividade voltada à melhoria. “Buscamos desempenhar nossas atividades com foco na melhoria contínua dos serviços assistenciais. Essa atividade traduz a nossa preocupação em fazer a entrega de um serviço de qualidade”, enfatiza o diretor.

O Oncológico Infantil é uma unidade que integra a rede de saúde pública do Governo do Estado, sendo gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde. A unidade oferece atenção a crianças e a adolescentes com câncer entre 0 e 19 anos, atendendo cerca de mil pacientes por mês, oriundos de municípios do Pará e do Estado vizinho, Amapá.

Em 2021, o hospital realizou mais de 341 mil atendimentos entre serviços ambulatoriais, consultas, exames, cirurgias, quimioterapias, dentre outros. O índice de satisfação alcançou 98% de aprovação entre os pacientes e acompanhantes.


Texto e Fotos: Comunicação Pró-Saúde.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp