28/09/2022 às 20h15min - Atualizada em 28/09/2022 às 20h15min

Pessoas com deficiência encontram oportunidade de emprego na Energisa

Empresa oferece infraestrutura adequada e capacita colaboradores para promover ambiente plural

Gazeta Rondônia
Assessoria

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Pessoas com deficiência e reabilitadas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encontram oportunidades de emprego na Energisa em Rondônia. É o caso de Thiago Quirino Roberto, que é surdo, e há cerca de um ano trabalha como assistente administrativo na concessionária. 
 

“Encontrei na Energisa uma oportunidade para mostrar meu potencial e quero crescer dentro da empresa”. Afirmou.

 
Assim como ele, a empresa possui outras pessoas com deficiência auditiva que atuam em cargos administrativos.
A consultora de RH da companhia, Silvana Santos, conta que houve uma preparação para receber os colaboradores com deficiência auditiva ou surdez. 
 

“A Energisa capacitou com a linguagem de libras 34 colaboradores que teriam mais contato com os novos colegas. Devido à pandemia, as aulas foram remotas, mas com a mesma qualidade”. Disse. 

 
A empresa ainda conta com infraestrutura adequada que promove acessibilidade para cadeirantes ou para pessoas que possuem alguma limitação de locomoção, além de oferecer capacitações sobre diversidade para os colaboradores.

O processo seletivo, inclusive para pessoas com deficiência, acontece através da plataforma digital https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa , em que o candidato deve preencher todas as informações solicitadas e aguardar o contato por meio do e-mail ou telefone informados.
 

"Nossas vagas são para todas as pessoas. A Energisa acredita em um ambiente plural, em que todos possam exercer seus talentos e se desenvolver profissionalmente. Os critérios para a contratação deste público são idênticos aos demais procedimentos: é feita uma triagem dos candidatos que, posteriormente, passam por um processo seletivo. Uma dica relevante é que os candidatos tenham uma atenção especial com os laudos médicos que comprovem sua condição”, conclui Silvana.


Assessoria. 

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »