20/11/2022 às 19h49min - Atualizada em 20/11/2022 às 19h49min

Corpo de motorista desaparecido é encontrado em freezer; esposa foragida é suspeita

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

O corpo de Valdemir Hoeckler, 52, foi encontrado na noite de ontem (19) no freezer de sua casa em Lacerdópolis (SC). Ele estava desaparecido desde a segunda-feira (14), quando não apareceu para trabalhar. A esposa, que não teve a identidade divulgada, é a principal suspeita. Hoeckler deixa quatro filhos.
 
Após cinco dias de buscas, a Polícia Civil encontrou o corpo do motorista no eletrodoméstico dentro da própria casa. A mulher permitiu a busca — mas não estava lá no momento e não foi localizada desde então. A polícia desconfiou do homicídio diante de versões desencontradas dadas pela esposa e outras informações colhidas com vizinhos.

 
O delegado Gilmar Antônio Bonamigo, da comarca de Capinzal, explicou que as investigações de homicídio estão no início. "Antes era uma investigação de desaparecimento, agora é de homicídio. Precisamos fazer outras diligências e apurar os motivos", disse. Do desaparecimento ao homicídio De acordo com Bonamigo, Hoeckler precisava encontrar um colega de trabalho por volta das 17h da segunda-feira (14).

A versão da esposa é de que ela saiu de casa primeiro e o marido sairia em seguida, rumo ao compromisso de trabalho. Contudo, Hoeckler não foi ao encontro e a família começou a procurá-lo. No dia seguinte, um registro foi feito na delegacia.

Oficialmente, a esposa de Hoeckler prestou depoimento na sexta-feira (18), ocasião em que estava com hematomas e marcas de agressão no braço. Questionada sobre a origem dos ferimentos, ela não soube explicar — mas aceitou fazer o exame de corpo de delito, de acordo com o delegado.
 
Um dos elementos que chamou a atenção da Polícia Civil foi o estado do freezer da casa. Quando o Corpo de Bombeiros esteve no local para fazer buscas na propriedade, durante a semana, a mulher ofereceu um almoço para os militares e refrigerantes, que estavam no freezer. Contudo, o eletrodoméstico estava quase cheio — o que chamou a atenção de um vizinho que acompanhava as buscas.
 
Ele relatou à polícia que dias antes esteve na residência e notou que o freezer estava vazio. Munidos desses elementos, aliados às poucas informações cedidas pela família, investigadores pediram autorização para uma perícia na casa, o que também foi autorizado pela esposa de Hoeckler.
 
Horas antes do horário marcado — 20h de sábado (19) — a mulher comunicou à Polícia Civil que passou mal e procurou um médico. De acordo com Bonamigo, a Polícia Civil constatou que nenhum hospital da região registrou a entrada da mulher.
 
Ao chegar na residência para a perícia, investigadores foram informados por vizinhos que a mulher disse que iria a uma outra cidade e deixaria o celular desligado. Um policial militar, vizinho da residência, informou à Polícia Civil que a casa estava trancada "de uma forma diferente". Com esses elementos, a polícia fez buscas na casa e encontrou o corpo do motorista no eletrodoméstico.
 
Agora, Bonamigo informa que os próximos passos da investigação são localizá-la e entender os motivos. De acordo com o delegado, parentes da mulher informaram que não sabem onde ela está. Há expectativa de que o advogado a convença a se apresentar em uma unidade policial.
 
Repercussão nas redes sociais
 
Familiares e amigos se mostraram indignados nas redes sociais. Uma sobrinha de Hoeckler publicou:
 
"Tudo que colocamos nas mãos de Deus em oração tem solução, tem saída e tem resposta. Querido Deus, cuide e abençoe essa piazada", escreveu em uma foto em que o motorista aparece junto aos filhos.
 
Outra sobrinha, empenhada nas buscas, informou aos amigos:
 
"Com muita dor e tristeza no coração, digo a vocês que nosso tio foi encontrado sem vida em sua residência. Já deixamos aqui nosso agradecimento pelas orações e pelo apoio que nos deram".
 
Fonte: UOL.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »