05/03/2021 às 14h20min - Atualizada em 05/03/2021 às 14h20min

Um dia após a irmã morrer enfrentando Covid-19 em Cuiabá, empresária vilhenense vai a óbito pela mesma doença

Marido de Audinéia segue intubado na capital de Mato Grosso

Gazeta Rondônia
Um dia após o falecimento de sua irmã, vítima da Covid-19 em Cuiabá (MT), a empresária Audinéia de Siqueira Guimarães, moradora do bairro 5º BEC, em Vilhena morreu enfrentando a mesma doença na capital mato-grossense.
 
Ontem, o FOLHA DO SUL ON LINE publicou o falecimento da merendeira Angela Francisca de Siqueira, de 57 anos, e revelou que três pessoas da família dela estavam intubadas em decorrência de contaminação pelo novo Coronavírus
 
Audineia, que conciliava a profissão de professora na rede municipal de ensino com o trabalho no “Viveiro Guimarães”, ao lado do marido, Edimir, era mais nova que a irmã falecida ontem. Ela havia saído de Vilhena intubada, em UTI aérea. Pioneira na cidade, a empresária-educadora era mãe de um único filho do casamento anterior. O jovem cursa medicina no Paraguai.
 
Edimir, o esposo de Audineia, segue intubado e lutando pela vida. A cunhada dela, Adelina, está na mesma situação, respirando através de aparelho. Ambos foram para Cuiabá, e o único da família que não ficou em estado grave é Josaildo de Siqueira, que faz tratamento domiciliar em Cuiabá.
 
O corpo de Angela, que morreu ontem, foi sepultado em Vilhena, na manhã desta sexta-feira, 05. Fonte: folhadosulonline
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
4.9%
8.1%
8.6%
43.2%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp