21/03/2023 às 23h09min - Atualizada em 21/03/2023 às 23h09min

Rapaz flagra namorada sendo estuprada após arrombar porta em festa de casamento

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Uma mulher foi estuprada em uma festa de casamento ocorrida no dia 11 de março, na Vila Belmira, em Itapevi, na Grande São Paulo. Os suspeitos trancaram o quarto onde ela estava após ter passado mal, e o namorado dela, que flagrou o crime, precisou arrombar a porta.

De acordo com informações da delegada que investiga o caso, a prisão temporária dos envolvidos foi realizada na segunda-feira (20), para que eles não atrapalhassem as investigações ao ameaçar a vítima ou coagir testemunhas.


Segundo a Polícia Civil, a mulher, de 21 anos, passou mal após ter ingerido bebida alcoólica durante a festa e foi levada a um quarto do imóvel por seu namorado e uma amiga.

Namorado foi avisado

Depois de algum tempo, o namorado foi avisado por outros convidados que a mulher estava trancada no quarto com dois rapazes, de 18 e 24 anos.

O homem foi até o dormitório e bateu à porta. Como ninguém respondeu, ele a arrombou; ao abri-la, encontrou sua namorada com a calça abaixada e um dos criminosos também, e em cima dela.

Enquanto isso, o outro homem apenas observava a cena, sem tentar nenhum impedimento para o crime.

Vítima ainda foi agredida

A mãe do noivo, que chegou em seguida, ao presenciar a cena, agrediu a vítima, que não conseguia expressar nenhum tipo de defesa porque ainda estava sob o efeito do álcool.

Na segunda-feira seguinte, a vítima procurou a Delegacia de Defesa da Mulher da cidade e formalizou a denúncia de estupro.

A delegada responsável deu início às investigações e começou a ouvir inúmeras testemunhas que estavam na festa durante o dia do crime. Todas elas foram objetivas ao dizer que a moça estava alcoolizada e não podia reagir à agressão sexual que sofreu.

Com base nesses depoimentos, a delegada solicitou a prisão temporária dos acusados e realizou as detenções. Nenhum deles possuía antecedentes criminais.

Ainda de acordo com a delegada, as investigações continuam, e ela aguarda o resultado de exames realizados na vítima para solicitar a prisão preventiva dos estupradores.

Mãe do noivo responde por lesão corporal

A mãe do noivo também responderá pelo crime de lesão corporal pelas agressões feitas contra a vítima no momento em que ela foi encontrada no quarto, durante o abuso.

O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher de Itapevi.

Fonte: R7.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »