12/05/2024 às 22h19min - Atualizada em 12/05/2024 às 22h19min

Corpo de bebezinha gêmea que estava desaparecida no Rio Grande do Sul foi localizado

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Os pais de Agnes da Silva Vicente, que estava desaparecida há uma semana, usaram as redes sociais neste domingo de Dia das Mães (12) para informar sobre a morte da filha. A bebê de sete meses havia desaparecido no dia 4 de maio, após cair na água durante o resgate da família em Canoas, no Rio Grande do Sul.

O barco que retirava a mãe e os filhos da residência inundada pelas chuvas virou, à noite, e as crianças precisaram ser socorridas. Agnes havia sido vista pela última vez sendo resgatada desacordada por um bombeiro.


Agnes era irmã gêmea de Ágata, que foi salva e chegou a ficar internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o acidente com a embarcação.

Clique aqui para seguir o canal do Portal Gazeta Rondônia no WhatsApp
 
A mãe de Agnes, Gabrielli Rodrigues da Silva, de 24 anos, deu a notícia por meio das redes sociais. Ela postou uma foto de Ágata, a irmã gêmea que sobreviveu, ao lado de um macacão vazio.

“Infelizmente a história não acabou como queria, agora este vazio da foto vai ser eterno, agora a saudade e a lembrança vai fazer morada. Agora eu não tenho uma palavra que possa descrever a minha dor porque como vou viver faltando uma peça no meu quebra-cabeça?!”, escreveu Gabrielli, em uma publicação.
 
“Sei que ninguém teve culpa! NINGUEM! muito menos as pessoas que se disponibilizaram em nós salvar, a todos que estavam dando a vida para nós salvar toda minha gratidão vcs são meus heróis”, continuou ela.

O pai, Alisson Nunes Vicente, publicou uma imagem das duas meninas e escreveu que está “com o coração em pedaços”.
 


Fonte: Metrópoles.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »