07/06/2021 às 20h02min - Atualizada em 07/06/2021 às 20h02min

Após onda de ataques, ministro da Justiça anuncia envio da Força Nacional a Manaus

Gazeta Rondônia
O ministro da Justiça, Anderson Torres, informou nesta segunda-feira (7) em uma rede social ter autorizado o envio de tropas da Força Nacional de Segurança a Manaus (AM).
 
A capital amazonense enfrenta uma onda de ataques. Mais cedo, nesta segunda, o governador do estado, Wilson Lima, informou ter pedido apoio da Força Nacional.
"Atendendo a solicitação do governador do Amazonas, Wilson Lima, e visando ajudar no restabelecimento da paz e da ordem na capital do estado, acabo de autorizar o emprego da Força Nacional em Manaus", publicou o ministro.
Segundo Anderson Torres, o planejamento operacional será definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, vinculada ao Ministério da Justiça.

Desde o último fim de semana, veículos têm sido incendiados, agências bancárias, depredadas, e prédios públicos, atacados.

Segundo o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, 31 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques já foram presas.
 
Entre esses presos, ainda segundo o secretário, estão duas pessoas que teriam planejado os ataques.
"O nosso efetivo é pequeno para o volume de ações. A tropa vai ter uma hora que não vai ter como tocar capital e interior. Foi sugerido, e o governador acatou a decisão de pedir apoio da Força Nacional", afirmou Bonates ao defender o envio da Força Nacional para o Estado.
Diante da onda de ataques, as linhas de ônibus em Manaus passaram a circular com restrições nesta segunda, somente até as 19h.

Até a última atualização desta reportagem, não havia sido divulgado como ficaria o transporte pública nesta terça. Fonte G1
Mais de 15 ônibus foram incendiados na capital amazonense. Fonte G1
 
 
 
 
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

40.0%
4.0%
5.3%
12.0%
38.7%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp