06/01/2022 às 09h20min - Atualizada em 06/01/2022 às 09h20min

Mulher é assassinada pelo marido que não aceitava o fim do relacionamento

Gazeta Rondônia
 

Uma mulher venezuelana foi assassinada pelo marido que não aceitava o fim do relacionamento, conforme relato dele à Polícia Civil, em Ribeirão Cascalheira, a km de Cuiabá. Isbell José Vegas, de 25 anos, estava desaparecida há 10 dias e foi encontrada nessa quarta-feira (5), nos fundos do barracão onde o suspeito, 26 anos, trabalha.

De acordo com a polícia, a família da vítima registrou um boletim de ocorrência no dia 26 de dezembro, informando o desaparecimento dela. Desde então, eram feitas buscas por Isbell.

Nessa quarta-feira, os policiais localizaram o marido da venezuelana trabalhando. Segundo a polícia, ao questioná-lo sobre o desaparecimento, ele afirmou não saber de nada, no entanto, após insistência da equipe, o suspeito confessou que matou a mulher a facadas.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem contou que no momento do crime desferiu cerca de cinco facadas na vítima e depois tentou desferir mais golpes no pescoço. Após tirar a vida de Isbell, o suspeito jogou o corpo aos fundos do barracão onde trabalha.

O suspeito informou aos policiais que a mulher contou a ele que não queria mais se relacionar com ele e que estava conhecendo outra pessoa. Isso, segundo o suspeito, teria motivado o crime.

O corpo da jovem foi encontrado pelos policiais em baixo de alguns sacos de lixo no local indicado pelo homem.

Ele recebeu voz de prisão ainda no local e foi encaminhado à delegacia. O inquérito foi aberto pela Polícia Civil de Ribeirão Cascalheira e o caso segue sendo investigado.

 

Feminicídio

 

Esse é o segundo feminicídio registrado nos primeiros dias de 2022, em Mato Grosso.

Além de Isbell, Liliane Barbosa da Silva foi morta pelo ex-companheiro, na madrugada de quarta-feira (5), em Colíder, a 648 km de Cuiabá. Ela já havia se separado dele há algum tempo e tinha medida protetiva.

A vítima chegou a registrar outras duas denúncias contra o ex, sendo uma por lesão corporal e a outra por descumprimento de medida protetiva. O suspeito foi preso logo após o crime. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp