22/02/2022 às 18h09min - Atualizada em 22/02/2022 às 18h09min

Professor de anatomia é suspeito de tráfico de órgãos

Gazeta Rondônia

Um professor que trabalha no laboratório de anatomia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) é suspeito de tráfico de órgãos e está suspenso do cargo por 30 dias enquanto é alvo de uma investigação da Polícia Federal.

A UEA informou que a operação foi iniciada na manhã desta terça-feira (22), após ordem da 4ª Vara da Justiça Federal. Dois mandados de busca e apreensão foram realizados. 

Segundo a polícia, o professor era responsável pelo envio de órgãos humanos para o estado de Singapura, na Ásia. As investigações apontam que os órgãos eram utilizados para confeccionar roupas e acessórios de luxo por um designer de moda.A polícia federal identificou que há indícios de uma encomenda contendo uma mão e três placentas de origem humana ainda de Amazonas para Singapura, sendo o receptor um designer de moda indonésio que vende peças produzidas com materiais humanos. As autoridades investigam se há outros pacotes com órgãos que foram enviados e como o suspeito realizou a entrega do material biológico.

Caso seja comprovado o envolvimento do professor, ele pode ser condenado a oito anos de prisão e responderá por tráfico internacional de órgãos humanos. O professor atua na universidade desde 2013. As informações são da Rádio Rio Mar. Fonte: R7


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp