11/04/2022 às 08h26min - Atualizada em 11/04/2022 às 08h26min

Funcionária da Energisa morre após ser baleada por idoso que suspeitou de ‘gato’

Gazeta Rondônia

A funcionária da Energisa Anilori Rener, de 43 anos, morreu na madrugada deste sábado (09), após passar 32 dias internada em Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Ela levou um tiro no tórax, enquanto fazia a leitura do padrão de uma casa na cidade. Um idoso de 81 anos foi o responsável pelo disparo, por desconfiar que a mulher estava fazendo um “gato” em sua energia.

O Sindicato dos Urbanitários de Mato Grosso publicou nota de pesar, lamentando a morte de Anilori.

“É com profundo pesar informamos o falecimento da trabalhadora da Energisa Anilori Rener, em Rondonópolis, na madrugada deste sábado (09), publicou a instituição.

A Energisa também publicou uma nota de pesar, lamentando o falecimento da funcionária. A equipe informou que continuará acompanhando o caso até que sejam concluídas as investigações.

Ainda ontem, outros funcionários da concessionária fizeram uma manifestação de apoio a vítima.

Anilori foi atingida no tórax no dia 7 de março de 2022. O autor do crime foi preso em flagrante e respondia, até agora, por tentativa de homicídio. Com a morte da trabalhadora, passa a responder por homicídio consumado.

A Polícia Civil segue investigando o caso.

Confira a nota da Energisa

A Energisa está em luto pela morte da colaboradora Anilori Rener, 43 anos, em Rondonópolis. A funcionária exercia a leitura de medidor e estava devidamente uniformizada e identificada, quando foi atingida por tiros. A empresa vai continuar acompanhando o caso, até que sejam concluídas as investigações. A Energisa repudia de forma veemente a violência e está prestando todo o suporte necessário à família neste momento.

Fonte: ReporterMT.

 
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp