Gazeta Rondônia Publicidade 728x90
01/02/2023 às 09h32min - Atualizada em 01/02/2023 às 09h32min

Veja quem são os deputados federais por Rondônia que tomam posse hoje, 01

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Os oito deputados federais de Rondônia que foram eleitos em 2022 serão diplomados, nesta quarta-feira (1°), no Congresso Nacional em Brasília (DF).

A posse é uma exigência do Legislativo para validar a eleição dos parlamentares, mesmo para aqueles que não ocuparão o cargo neste momento.

Dos oito parlamentares que vão representar o estado de Rondônia, duas são mulheres e cinco vão estrear no Congresso.

 

Deputados eleitos por Rondônia:

 

Em ordem alfabética*

 

Cristiane Lopes (União Brasil)

Cristiane Lopes assume mandato nesta quarta-feira (1°) como deputada federal por RO — Foto: Reprodução/Facebook

Cristiane Lopes assume mandato nesta quarta-feira (1°) como deputada federal por RO — Foto: Reprodução/Facebook

Cristiane Lopes Benarrosh está fazendo sua estreia como deputada. Ela tem 39 anos, é natural de Porto Velho, e por mais de uma década trabalhou como jornalista e apresentadora de TV na capital.

Na política, Cristiane se candidatou pela primeira vez em 2016 como vereadora, onde acabou ficando como suplente. Em 2018 tentou ser deputada federal, e os votos obtidos conseguiram fazer ela suplente.

Em 2020 ela disputou a prefeitura de Porto Velho, mas perdeu o pleito para Hildon Chaves. Nas Eleições 2022 se candidatou de novo como deputada e foi eleita com 22.806 votos. Em suas redes sociais Cristiane se define como pregadora da palavra de Deus.

 

Coronel Chrisóstomo (PL)

Coronel Chrisóstomo vai para mais um mandato como deputado federal — Foto: Reprodução/Câmara

Coronel Chrisóstomo vai para mais um mandato como deputado federal — Foto: Reprodução/Câmara

Chrisóstomo de Moura, de 63 anos, é engenheiro e militar, e foi reeleito no ano passado com 24.406 votos, sendo o quinto mais votado no pleito eleitoral. Ele é casado e natural de Tefé, no Amazonas

Do mesmo partido de Jair Bolsonaro (PL), o coronel deve fazer parte da bancada de oposição ao governo Lula em Brasília. Ele já fez parte também da Frente Parlamentar do Biodiesel e das Comissões de Segurança Pública e de Defesa Nacional.

No seu primeiro mandato como parlamentar, Chrisóstomo votou a favor de privatizações, como Eletrobras e Correios, e a favor do voto impresso.

 

Dr Fernando Máximo (União Brasil)

Dr Fernando Máximo assume como deputado federal por RO — Foto: Reprodução/Governo de RO

Dr Fernando Máximo assume como deputado federal por RO — Foto: Reprodução/Governo de RO

Fernando Máximo, que é médico, foi o candidato a deputado federal mais bem votado em Rondônia nas eleições em outubro do ano passado. Ele teve 85.604 votos e vai ocupar pela primeira vez um mandato de parlamentar na Câmara.

Médico formado pela Universidade Federal do Amazonas, em 2019 ele assumiu a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e seguiu como secretário da pasta durante toda a pandemia da Covid.

Máximo também é cirurgião geral pela secretaria de estado, Perito Médico Legista da Polícia Civil, professor voluntário de clínica cirúrgica da Universidade Federal de Rondônia (Unir) e preceptor de residência médica em duas outras faculdades da capital Porto Velho.

 

Lebrão (União Brasil)

Lebrão vai assumir como deputado federal por Rondônia nesta quarta-feira — Foto: ALE-RO/Reprodução

Lebrão vai assumir como deputado federal por Rondônia nesta quarta-feira — Foto: ALE-RO/Reprodução

José Eurípedes Clemente, de 67 anos, é conhecido em Rondônia como Lebrão e atualmente era deputado estadual de Rondônia. Ele é pai de Gislaine Clemente, a Lebrinha, deputada estadual.

Sua entrada na política aconteceu em 2004, quando foi candidato a vice-prefeito na região do Vale do Guaporé. Em 2006 se candidatou para uma cadeira na Assembleia Legislativa e foi eleito suplente. Em 2009 assumiu a vaga como deputado estadual na vaga de Alex Testoni.

Desde 2010 Lebrão vem se reelegendo na Assembleia Legislativa. Em 2014, por exemplo, ele foi o o 3º deputado mais votado no estado, com 16.373 votos.

 

Lúcio Mosquini (MDB)

Lúcio Mosquini vai para seu terceiro mandato como deputado federal — Foto: Reprodução/Câmara

Lúcio Mosquini vai para seu terceiro mandato como deputado federal — Foto: Reprodução/Câmara

Natural de Rondonópolis (MT), Lúcio é engenheiro eletricista formado pela Universidade Federal do Mato Grosso e pós-graduado em Controladoria Pública. Ele mora em Rondônia há três décadas.

Ele também já foi Diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) no governo Confúcio Moura, e tem apenas a experiência de deputado federal na ficha política.

Sua estreia foi em 2014, quando foi convidado pelo antigo PMDB para ser candidato a deputado federal e terminou eleito com 40.595 votos. Em 2019 foi reeleito para o cargo, com 38.630 votos, e no ano passado, na disputa pelo seu terceiro mandato, Lúcio obteve 48.735 votos.

 

Maurício Carvalho (União Brasil)

 Maurício Carvalho assume como deputado federal por RO — Foto: Reprodução/Facebook

Maurício Carvalho assume como deputado federal por RO — Foto: Reprodução/Facebook

Maurício Fonseca Ribeiro Carvalho de Moraes é empresário, tem 34 anos, e é irmão de Mariana Carvalho, que até então era deputada federal por Rondônia.

Na política, Maurício começou sua carreira política em 2016, quando foi eleito vereador na cidade de Porto Velho. Dois anos mais tarde, em 2018, foi candidato a vice-governador na chapa de Expedito Júnior, mas não levou o pleito.

Em 2020, Maurício foi candidato a vice-prefeito de Porto Velho na chapa de Hildon Chaves, que terminou vitoriosa nas urnas. Em 2022 disputou o cargo de deputado federal pela primeira vez e foi eleito com 32.637 votos.

 

Silvia Cristina (PL)

Deputada federal Silvia Cristina toma posse nesta quarta-feira (1°) — Foto: Reprodução/Câmara Federal

Deputada federal Silvia Cristina toma posse nesta quarta-feira (1°) — Foto: Reprodução/Câmara Federal

Silvia foi reeleita para mais um mandato e continua sendo a primeira deputada negra de Rondônia que ocupa um cargo parlamentar na Câmara. Ela é natural de Linhares (ES) e filha de uma cozinheira e de um trabalhador braçal analfabeto

Jornalista e redatora, Silvia basicamente dobrou o número de votos em sua reeleição. Em 2018 ela teve 33.038 votos e, no ano passado, obteve 65.012 votos e fez dela a segunda mais votada no estado.

Silvia tem 48 anos e, antes de ser deputada federal, teve uma experiência política sendo vereadora na cidade de Ji-Paraná (RO).

 

Thiago Flores (MDB)

Thiago Flores vai assumir cargo de deputado federal nesta quarta — Foto: Rede Amazônica

Thiago Flores vai assumir cargo de deputado federal nesta quarta — Foto: Rede Amazônica

Formado em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG), Thiago Leite Flores Pereira, de 42 anos, é casado e pai de um menino. Por quase 20 anos foi delegado da Polícia Civil em Rondônia e atuou em investigações principalmente na região de Ariquemes.

Esta não foi a primeira vez que Flores se candidatou a deputado federal. Em 2014 ele entrou no pleito e recebeu 18 mil votos, ficando na época como suplente. Dois anos depois, em 2016, Flores voltou para a política e foi eleito prefeito de Ariquemes.

Nas eleições deste ano, Thiago Flores recebeu 23.791 votos e então eleito deputado federal (o 6° mais votado).

 
 

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »