07/11/2022 às 22h31min - Atualizada em 07/11/2022 às 22h31min

Prefeito que falou em eliminar Lula e Alexandre de Moraes pede desculpas após repercussão de áudio

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

O prefeito Iporá (GO), Naçoitan Leite (União Brasil), pediu desculpas nesta segunda-feira (7) depois de ter gravado um áudio em que contesta o resultado da eleição, e afirma que há necessidade de “eliminar” o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Alexandre de Moraes, sob justificativa de que existe um risco de guerra civil no país.
 
“No calor das manifestações políticas, manifestei minha resistência pessoal com o resultado das eleições. Porém, a fiz de uma forma que gerou uma interpretação errada por parte de quem ouviu”, escreveu o político.

Ele se desculpa com Moraes, a quem agora atribuiu:

“ter conduzido de forma correta o processo da maior eleição eletrônica do planeta”. Também reconhece o resultado do pleito e diz que Lula foi eleito “de forma democrática”.

“Como político conservador, tenho minhas posições definidas, e muitas vezes às expresso de forma informal”, justificou. Para exemplificar, citou a relação com o governador reeleito Ronaldo Caiado (União Brasil), de quem já divergiu mas hoje considera “um grande companheiro”.

 
“Tenho certeza que o ministro Alexandre de Moraes e o presidente Lula farão o melhor dentro de suas competências constitucionais”, finaliza.
 
Depois da repercussão, Naçoitan teve a filiação ao União Brasil suspensa pelo presidente da sigla, Luciano Bivar.

Bivar argumenta que, “considerando os atos democráticos que tiveram início desde a proclamação do resultado das eleições” e a “extrema gravidade da manifestação pública de um prefeito eleito — que tem o poder-dever de acionar forças policiais para conter atos dessa natureza”, faz-se urgente a suspensão do político da legenda, sem que haja reunião da comissão nacional do partido.

“Até a nossa liberdade está em jogo também. Nós temos que eliminar o Alexandre de Moraes e o Lula, dois homens estão acabando com o Brasil. Vai virar uma guerra civil por causa de dois homens. Então, vamos arregaçar as mangas. Ou é agora, ou vamos virar Venezuela ou pior que Venezuela”, afirmou o prefeito na gravação.

Fonte: Metrópoles.
 
 
 

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »