27/07/2021 às 15h57min - Atualizada em 27/07/2021 às 15h57min

Copama lança campanha de conscientização e orienta produtores sobre incêndios rurais na região de Cerejeiras

O fogo causa prejuízos financeiros e danos ambientais, além de prejudicar a saúde humana. Cooperativa alerta os produtores para prevenirem o incêndio não intencional.

Gazeta Rondônia
O fogo pode começar nas margens da rodovia e entrar na propriedade. (Foto: Pixabay)

Levando em consideração a facilidade de ocorrer casos de incêndios no campo na região de Cerejeiras, agravados pelo clima seco e árido deste ano com este longo período de estiagem, a Copama lançou uma campanha para alertar os produtores rurais a evitarem os incidentes com fogo.

As lavouras de milho, que abrangem uma grande área na região de Cerejeiras nesta época do ano e que tem muita massa seca de fácil combustão, é um local propício para se começar um incêndio no campo. As pastagens, também compostas de muito material orgânico seco, são outros pontos onde pode facilmente começar um foco de fogo.

Para evitar os incêndios rurais, a Copama orienta algumas práticas que ajudam muito, como, por exemplo:

  1. Fazer a manutenção das máquinas agrícolas em dia, pois implementos com defeitos podem emitir faíscas quando estiveram em operação na lavoura.

  2. Tomar cuidados básicos com o fogo, como evitar fumar e jogar bituca de cigarro na lavoura.

  3. Fazer um aceiro nas margens da propriedade para evitar que o fogo atravesse para a área de lavoura. Cerca de 60% dos incêndios rurais começam nas margens das rodovias.

  4. Ter equipamentos de combate, como bombas de água costais, e ter um reservatório de água por perto e transporte para levar a água para apagar as chamas iniciais também podem ser muito úteis num princípio de incêndio.

  5. Evite acúmulo de material com muita massa orgânica de fácil combustão (como monte de paus e galhos de árvores jogados).

  6. Manter os maquinários limpos também evita incêndios acidentais.

  7. Evite colher milho nas horas mais quentes do dia.

  8. Quando estiver colhendo, direcione a colhedora contra o vento.

  9. Se um incêndio começar na propriedade, mobilize família, funcionários e vizinhos para apagar o fogo e acione o Corpo de Bombeiros imediatamente.

  10. Fotografe toda a ação para se defender em processos legais e para (se houver) acionar o seguro no caso de dados.

O presidente da Copama, Fabio Andreazza, alerta que todo cuidado é necessário para evitar este tipo de incidente. “O fogo traz danos físicos ao solo, prejudica a saúde das pessoas, provoca problemas ambientais e pode causar multas e processos criminais e cíveis, além de causar prejuízos financeiros ao produtor. É preciso evitar ao máximo que se comece um incêndio de qualquer natureza na propriedade”, diz o presidente da cooperativa.
 
COPAMA
Juntos Somos Mais

 
 
 
Rildo Costa

Rildo Costa

Jornalista e Publicitário

Leia Também »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp